Qual a melhor forma de acabar com as pragas?

 

A agricultura e a pecuária são das principais actividades humanas na produção de recursos alimentares. Estas remontam ao tempo em que o Homem se tornou sedentário, sendo que teve de ir desenvolvendo técnicas para conseguir um aumento da quantidade e qualidade da produção. Um dos principais problemas com que logo se deparou foi a questão das pragas. Como acabar com elas?

GD Star Rating
loading...
GD Star Rating
loading...
  • calda de fumo

Escrito por amelia em Jardim, Paisagismo, Piscinas e Jardinagem

Etiquetas:, ,

 

Uma resposta a “Qual a melhor forma de acabar com as pragas?”

  1. anabela diz:
    Qualquer espécie indesejável para o ser humano é considerada uma praga. Estas podem afectar a diversos níveis, tal como, ao competirem pelos nutrientes, transmitirem doenças ou ao se alimentarem das colheitas. Para se combaterem estes problemas, foram criados todo o tipo de pesticidas. Durante muitos anos, as empresas responsáveis pelo desenvolvimento das tecnologias agro-químicas Vou lhe dar uma receita de insecticida caseiro. A calda de fumo pode ser preparada em casa e combate muitas pragas, como pulgões, cochinilhas sem carapaça, lagartas, entre outros. É fácil de fazer: Aquecer um litro de água, acrescentando 50 gramas de fumo de corda picado e deixar ferver por cinco minutos. Desligar o fogo, deixar esfriar e coar. Como aplicar: dissolver a mistura em dois litros de água e pulverizar a planta, de preferência no fim da tarde, não regando logo após esta aplicação.
    Dicas: Podem-se acrescentar pimentas malaguetas esmagadas, para aumentar o efeito de controlo. A adição de um pouco de sabão na mistura facilita a aderência deste produto na planta. Mas atenção: para consumir as plantas nas quais a calda foi aplicada, deve se esperar pelo menos 24 horas!
    as que foram utilizadas nos últimos anos, prometiam que esses desenvolvimentos iriam permitir acabar com a fome mundial, ao aumentarem bastante a produção. Contudo, tal não sucedeu e, além disso, estas técnicas apresentavam vários problemas, entre os quais, a sua toxicidade, que afectava muitas espécies além da pretendida, o fato de acelerarem o processo evolutivo das espécies, tornando-as mais resistentes (já existem indivíduos naturalmente protegidos contra o tóxico, pelo que esses sobrevivem e transmitem essa protecção à sua descendência), e serem causadores de poluição e ameaças à saúde pública (segundo a OMS, milhões de pessoas são envenenadas todos os anos, morrendo cerca de 200 mil). São substâncias persistentes, que contaminam os solos, águas e seres vivos durante muito tempo.
    GD Star Rating
    loading...

Deixe a sua resposta

Algum HTML é permitido.