ual a dose diária de café recomendada

Download 3 Ebooks
 

É difícil dar uma resposta definitiva, pois os efeitos da cafeína variam de indivíduo para indivíduo; o mesmo acontece com a quantidade de cafeína contida nos alimentos (que chega a variar de uma chávena de café para outra).

Qual a dose diária de café recomendada

A cafeína é um estimulante do sistema nervoso central que se encontra em mais de 60 plantas, sendo os grãos de café e de cacau, as folhas de chá e a noz de cola as principais fontes dietéticas. Além de existir naturalmente no café, chá, cacau e chocolate, a cafeína é adicionada a muitos refrigerantes e medicamentos.

A cafeína é absorvida rapidamente e distribuída por todo o organismo, atingindo os níveis mais elevados no sangue num espaço de 15-45 minutos. Na maioria das pessoas, aumenta o estado de vigilância e reduz a fadiga. Os cientistas crêem que a cafeína bloqueia a adenosina, um composto que actua no cérebro como travão para os estimulantes. A cafeína desperta as pessoas, anulando os efeitos da adenosina.

Pessoas sensíveis à cafeína

Nas pessoas sensíveis à cafeína ou que a ingerem em grande quantidade, ela pode causar agitação, ansiedade, nervosismo, tremores, distúrbios do sono, dores de cabeça, subida temporária da tensão arterial, taquicardia ou arritmia, aumento da produção da urina, distúrbios de estômago ou outros sintomas desagradáveis. No entanto, a maior parte das pessoas desenvolve tolerância à cafeína. Alguém que habitualmente não tome café pode ficar ansioso e agitado depois de tomar uma única chávena de café, ao passo que um consumidor habitual de seis chávenas de café por dia pode não sentir quaisquer efeitos adversos. O consumo médio diário de cafeína é de cerca de 200 mg (2-3 chávenas de café), consumo considerado sem perigo para os adultos saudáveis.

Calcule o seu nível de tolerância à cafeína observando os efeitos que exerce em si. Se quando bebe café ou bebidas à base de cola fica agitado, ansioso, nervoso ou com dificuldade em adormecer, pode ter chegado a altura de reduzir, ou eliminar completamente, o consumo de cafeína. Vá-o reduzindo gradualente ao longo de uma ou duassemanas, a fim de evitar os sintomas de privação, como dores de cabeça, letargia e sonolência.


Escrito por ESPERANCA em Alimentos e Nutrição

Etiquetas:, ,

 

Deixe a sua resposta

Algum HTML é permitido.