O que fazer a um relacionamento de 25 anos, em que ele bebe e eu detesto?

Download 3 Ebooks
 

preciso de ajuda, estou deprimida, tenho um relacionamento de 25 anos, eu na minha casa e ele na dele, porque ele bebe e eu detesto, odeio bebida, eu sempre pedi pra ele parar de beber para ficarmos juntos realmente, porque eu o amo muito, mas ele para uns dias e volta novamente. A três dias tomei uma decisão, ou ele para definitivamente de beber ou vamos terminar o relacionamento, mas estou sofrendo muito, a dor é tão grande que chega a doer todos os meus orgãos e o coração, e mexe com a minha cabeça e estou a ficar deprimida, O que faço????? Me ajudem por favor


Escrito por nice em Depressão, Doenças, Outras questões sobre Qualidade de Vida, Qualidade de Vida

Etiquetas:, ,

 

7 respostas a “O que fazer a um relacionamento de 25 anos, em que ele bebe e eu detesto?”

  1. Sandra Anjos says:
    Amiga, eu sei que a bebida é um dos vicios mais dificeis de corar, mas antes de buscar a cura para os outros temos que buscar a cura para nós mesmos
    Eu muitas vezes, me perguntei e perguntei para Deus, quando é que o meu marido vai deixar de beber? Descobri que só depende dele.
    Se você está depressiva, o melhor remédio é aceitar Jesus como unico e suficiente salvador de nossas vidas e entregar-se aos cuidados dele. Só Jesus sabe o que precisamos, na hora e no momento certos. Jesus te ama demais e não quer ver você sofrer, quanto ao teu companheiro, ele vai colher o que plantou, ou atraves de sua fé poderá ser curado e converter-se aos pés de Jesus, o verdadeiro filho de Deus.
  2. Como acrescimo, nao nunca fiques deprimida com o comportamento dele, porque criarte-a depressao pessoal, mas enquanto isso, alegre-se voce propria, evite confrontos com ele, e quem sabe tudo no tempo tem o seu tempo, sem prejuiso na sua saude…
  3. Enquanto ele não se cura do vício, cure-se você, não vê que está a adoecer, depressão mata e ele vai continuar bebendo, pois só vai parar quando quiser. Procure ajuda médica e psicológica para você, afinal o que faz você se auto destruir por ele? se ele não liga para o que você sente?? Se cuide e va ser feliz, 25 anos de sofrimento? Você realmente merece isso? Vire essa página e se ame, urgente, você merece!!
  4. Nina says:
    Temos que amar a nós mesmo acima de tudo, se esse relacionamento está te deixando doente, vire essa página como disse a colega Elisonia ou aprenda a lidar com a situação sem se prejudicar, procure ajuda psicológica para o casal e tenha muita fé em Deus, para ele nada é impossível.
  5. Nice, a Elisonia tem razão. Vc já fez tudo o que podia por este amor. Deixou de viver para se dedicar a ele. E eu pergunto: O que ele fez por você, pelo seu amor e dedicação? Sozinho é dificil sair da bebida mas, ele pode procurar ajuda se, realmente quer parar. Se assim o fizer vale a pena vc dar mais uma chance senão… Vc diz que está sofrendo com a idéia de separar-se dele mas… o que vc fez até hoje não foi sofrer por alguém que não quer ser ajudado ? Alguém que nada fez pelo seu amor, nem pela alegria de construir com vc um relacionamento digno de dedicação e felicidade, obrigando-a a viver este amor pela metade? Portanto, amiga, por mais que lhe doa, pense um pouco em vc agora. Não volte atrás em sua decisão. A ferida vai dor um pouco no começo mas depois irá cicratizando. Vc não está sofrendo cada dia com esta situação? Coloque um ponto final em seu sofrimento e procure viver agora para vc. Não se entregue à depressão. Vc é forte pois foi capaz de se anular por amor a outra pessoa. Portanto, continue com esta força e procure viver uma nova vida. Vc tem seus valores e merece ser feliz. Coloque a sua decisão nas mãos de Deus e Ele lhe dará a força que vc precisa. Um grande abraço (salma)
  6. Ele não vai conseguir parar de beber sem ajuda, por isso, o melhor mesmo é ele fazer tratamento.
    Depois do tratamento fazer efeito, ele nunca mais vai poder beber bebida alcoólica, porque se o fizer volta tudo ao princípio.
    Se ele não quiser fazer tratamento, o que é frequente acontecer, melhor mesmo é tentar fazer sua vida, porque se não o fizer sua vida vai virar em inferno.
  7. A bebida excessiva não é um vício, é uma doença. Ele deve procurar uma consulta de ETILO- RISCO. A maior parte das pessoas nem conhece esta palavra e por isso continua a afirmar erradamente que se trata de vício. Muitas das causas são de origem hereditária. O tratamento é uma coisa muito séria que tem de ser feita com ajuda médica.

Deixe a sua resposta

Algum HTML é permitido.